Anonymous asked: fellipe?

Não, é a amiga dele aqui! /Ananda



1 year ago 0 notes · reblog
“Olha, vou ser bem sincera com você, se não fosse amor eu já teria desistido de nós.”
~ Ananda. (via scree-d)

“Vou parar de me importar. Fazer demais, querer sempre o bem das pessoas. Não porque eu não queira, mas cansa. Tentar ajudar, ficar do lado, puxar a orelha, querendo sempre o melhor. E no final, ainda ser o errado.”
~ Allax Garcia. (via allaxg)

“Nenhum ganho substitui uma perda
~ Ananda (via scree-d)

“Eu só quero que você entenda que eu não gosto quando você vai embora.
~ Clarissa Corrêa.   (via apocalyptic-o)



“Saudade não é o que a gente sente quando a pessoa vai embora. Seria muito simples acenar um ‘tchau’ e contentar-se com as memórias, com o passado. Saudade não é ausência. É a presença, é tentar viver no presente. É a cama ainda desarrumada, o par de copos ao lado da garrafa de vinho, é a escova de dentes ao lado da sua. Saudades são todas as coisas que estão lá para nos dizer que não, a pessoa não foi embora. Muito pelo contrário: ela ficou, e de lá não sai. A ausência ocupa espaço, ocupa tempo, ocupa a cabeça, até demais. E faz com que a gente invente coisas, nos leva para tão próximo da total loucura quanto é permitido, para alguém em cujo prontuário se lê “sadio”. Ela faz a gente realmente acreditar que enlouquecemos. Ela nos deixa de cama, mesmo quando estamos fazendo todas as coisas do mundo. Todas e ao mesmo tempo. É o transtorno intermitente e perene de implorar por ‘um pouco mais’. Saudade não é olhar pro lado e dizer “se foi”. É olhar pro lado e perguntar “cadê”?
~ Esteban.  (via sertanejo)